Personal branding para criadores: 10 passos para construir sua marca pessoal

Escrito por Lastlink

Escrito por Lastlink

Personal branding para criadores: isso é mesmo necessário?

Se você trabalha com a sua imagem, e ainda não se enxerga como um produto ou serviço, está na hora de mudar o jogo! Pessoas também são marcas.

Artistas, freelancers, influenciadores, criadores de conteúdo digital, infoprodutores, profissionais que buscam autoridade no mercado dentro da sua profissão, vendedores, representantes de marcas e outros diversos profissionais já se projetam como marcas, e o personal branding tem sido cada vez mais determinante para que possam se destacar e diferenciar em seus nichos.

Criadores que monetizam seus conteúdos e usam a própria imagem para promover seus produtos e serviços, precisam desenvolver e manter um posicionamento alinhado à percepção que desejam que o público tenha.

O personal branding é, então, a ferramenta que te permite se empoderar disso e estar no controle de como as pessoas enxergam o seu valor e a sua identidade como marca.

Neste guia introdutório você vai entender o que é branding, como ele atua no personal branding e como construir sua marca pessoal de forma sólida, autêntica e única.

personal branding para criadores

O que é branding e personal branding?

Branding é uma palavra do vocabulário inglês que significa “marcando”, vem de “brand”, que significa marca. É verbo, é ação, é marcar.

No gerúndio, a tradução expressa uma ação que está acontecendo, ou seja, você está marcando a sua marca, e isso é um processo contínuo do presente, do hoje e do agora.

O branding é a gestão da marca, um ato de construir, desenvolver e aplicar, dia após dia, toda a identidade e o universo do negócio apresentado ao público e posicionado no mercado como uma marca relevante. Branding é movimento constante.

Personal branding (marca pessoal) é a gestão da projeção da identidade profissional de uma pessoa; uma pessoa como marca, como, por exemplo, a cantora Anitta.

Uma vez que os criadores trabalham com a própria imagem e são um produto ou serviço, o personal branding para criadores se tornou fundamental, não só para ter vendas recorrentes, mas também, para ir além e atrair oportunidades.

Qual a importância do branding?

Muitas pessoas acreditam que branding é a identidade visual. Mas, na verdade, branding é a parte mais ampla e profunda do seu negócio, dita as regras e a sua direção, porque engloba toda a gestão da sua marca. Sem ele você é nada!

Isso porque, a marca é, justamente, aquilo que você representa por meio do seu negócio e, por consequência, o que conecta o seu cliente com o seu produto ou serviço.

Então, quando você se projeta como marca, percebe que há um conjunto de elementos que constrói a sua identidade e o seu universo ao longo do tempo. Isso, portanto, é o que te diferencia de outros profissionais e criadores que atuam no mesmo segmento.

Nesse sentido, o branding se faz fundamental porque é o que te permite construir uma estratégia alinhada com o seu objetivo de negócio atual, de acordo com quem você é, o que você representa e qual a percepção que o seu público tem de você através da sua marca pessoal.

Além disso, o branding dá à sua marca pessoal uma direção de como você vai se comunicar com a sua audiência e como você vai se posicionar de uma forma única para se destacar no seu mercado, orientando, sobretudo, suas estratégias de marketing.

Por fim, através do uso das estratégias de branding, você consegue impactar verdadeiramente a sua audiência, criando conexões e construindo uma comunidade de pessoas muito forte e coesa.

Personal branding para criadores: como construir sua marca pessoal

A essa altura você já entendeu o que é branding e, com certeza, deve estar se perguntando: qual a diferença entre branding e markerting, então? A gente fala disso já, já!

Acima de tudo, o gancho fundamental aqui, é que você continue a leitura tendo em mente que são duas coisas completamente diferentes, ok?

Existem muitas maneiras de construir a sua marca pessoal e desenvolvê-la dia após dia, promovendo o seu trabalho e se diferenciando.

No entanto, a estratégia mais poderosa para desenvolver a sua marca pessoal a favor do seu crescimento, é colocar a sua identidade em tudo, absolutamente tudo, o que você faz e mostra. Por essa razão, personal branding para criadores é essencial.

Por isso, é fundamental que você saiba quem você é! E faça, de antemão, um profundo trabalho de autoconhecimento.

Quem você é, o que você quer, de onde você vem, está, e quer chegar, por que você faz o que faz, como você se posiciona, pelo quê as pessoas te conhecem… a lista é infinita. Apenas comece!

Identidade de marca é saber comunicar tudo isso, bem como, o que você representa, quais são os seus diferenciais e por que o que você monetiza é importante.

Claro que a tarefa é complexa, então, siga os 10 passos fundamentais que trouxemos para ajudar você a construir sua marca pessoal.

Conte a sua história

Primeiramente, quando falamos sobre colocar a sua identidade em tudo o que você faz, queremos dizer que ninguém tem uma história como a sua. Ninguém é você! Resgate isso!

Quando você conta sua história, atrai outras pessoas que se identificam com você, justamente porque se conectaram à sua história por meio da vulnerabilidade ou da inspiração que ela transmitiu de maneira real e genuína.

Falar sobre o que você valoriza, o que você sabe e como você construiu tudo é o primeiro passo para que a sua audiência comece a perceber o seu valor como marca.

É dando que se recebe

Existe um comportamento dos usuários na internet, comprovado pelo marketing, que se chama “paradoxo do conteúdo”: quanto mais conteúdo gratuito você entrega, mais conteúdo pago você vende.

Então, compartilhe! Compartilhe, sobretudo, o que você sabe. Mesmo que você ache que não tem importância ou que é algo muito simples.

Sempre tem alguém que valoriza a tua informação, e essa é uma das estratégias de branding para gerar autoridade.

Crie seu universo

Seu público precisa conhecer você e saber quem você é, e só assim você consegue criar e engajar sua comunidade.

Use e abuse de fotos e vídeos pessoais fazendo conexões e mostrando a originalidade do que você vende e faz. Seja real e simples! Não tem mistério.

Seja o que você quer ser

Você quer ser referência no quê? Como você quer ser visto? Quais sensações e sentimentos você quer passar? Sobre o que você fala? Como você fala? Como você comunica isso?

Organize sua imagem e a sua linguagem para sua marca se tornar forte e, com o tempo, reconhecida.

Quem não é visto, não é lembrado

Invisibilidade um superpoder, mas não nas redes sociais. Criadores que monetizam seu conteúdo e infoprodutores precisam ser vistos para construir e reter sua audiência, desenvolver e nutrir sua comunidade e, por consequência, ter vendas recorrentes.

Quem quer ter uma marca pessoal, precisa botar a cara no sol! Você precisa estar presente nas redes sociais que fazem sentido para o seu negócio, no entanto, como marca, deve fazer isso de forma eficaz, não aleatoriamente ou sem identidade.

Portanto, se algo não combina com a personalidade da sua marca, simplesmente não faça!

Tudo é identidade

Como marca pessoal, você, consciente disso ou não, emite sinais e códigos de comunicação o tempo todo, e isso vai criando a percepção que as pessoas têm de você, do seu negócio e, claro, do seu produto ou serviço.

Então, pense no seu posicionamento como uma forma de moldar essa percepção. Seja intencional nos seus movimentos e traga sua identidade para tudo!

Cada imagem, frase, cor, emoji, o jeito que você escreve, a forma como você fala em vídeos… tudo deve estar alinhando com o seu universo de marca pessoal.

Branding é consistência

Sabendo qual é o seu objetivo como marca pessoal, para alcançá-lo você vai precisar de muita coerência, não só para fazer suas escolhas, mas também para executar ações que te conectam à sua audiência.

No entanto, nada disso vai para frente se você não tiver consistência. Lembre-se que o verbo é no gerúndio: marcando.

Mantenha sua essência e identidade sempre e, claro, comunique, comunique, comunique!

Se valorize!

Em uma marca pessoal, o branding atua na sua história, experiência e personalidade. Todos os códigos e símbolos usados para comunicar isso são baseados na sua identidade.

O autoconhecimento que se faz necessário para traduzir a marca ao público também te faz enxergar o seu valor. Se valorizar é comunicar a importância do que você faz!

A sua vida pessoal importa

No personal branding, a maior parte da retenção da audiência vem pela conexão que o seu público tem com você. Dessa forma, exponha alguns dos seus gostos e hábitos de forma intencional e com identidade.

Essa estratégia não só ajuda você a ter conteúdos diversos, como também atua na sua diferenciação.

Você é único!

Falando em diferencial, no personal branding o que mais importa é colocar a identidade em tudo. Então, não importa o que você faz, mas sim, como você faz!

O que diferencia o seu infoproduto ou conteúdo pago dos outros? Você pode não saber a resposta, mas nós sabemos: é você!

Produtos e serviços são iguais. A marca é o que diferencia eles. Por que seria diferente com o seu negócio?

Olhe para dentro, veja suas crenças, gostos, qualidades, habilidades e vai botando tudo pra fora.

A sua identidade é o seu maior diferencial.

Qual a diferença entre marketing e branding?

Agora que você já sabe por onde começar para construir sua marca pessoal, vamos responder a pergunta de milhões!

O marketing, nada menos é, do que uma extensão do branding. Um marketing sem branding é vazio e aleatório. Um depende do outro e os dois juntos são a potência máxima do seu negócio!

Como o branding é a sua essência e identidade, é através dele que o marketing atua de forma eficaz. Em outras palavras, enquanto o branding promove o seu valor e a sua credibilidade como marca, o marketing visa executar os processos e comunicar de forma estratégica a sua marca, sendo parte essencial do seu negócio.

Branding:

  • Retém e mantém a atenção dos clientes;
  • Gera reconhecimento e autoridade;
  • Vem antes do markerting;
  • É a essência e a identidade;
  • Molda a marca em um processo contínuo.

Marketing:

  • Atrai clientes através das estratégias;
  • Gera vendas;
  • Conduz suas estratégias seguindo os valores, identidade e essência da marca;
  • Está sempre testando estratégias de acordo com o momento;
  • Promove sua marca, produto ou serviço.

Personal branding para criadores é fundamental para destacar-se e vender conteúdo na internet, bem como, reter e nutrir uma audiência para ter uma comunidade forte e ativa. O processo nunca acaba, então, não tenha pressa. Apenas comece!

Falando em comunidade, se você ainda não tem uma comunidade na Lastlink, tá perdendo uma oportunidade de ouro para criar mais conexão com a sua audiência. Faça agora gratuitamente!

Traga sua comunidade para a Lastink: saiba como criar sua comunidade na Lastlink!

Compartilhar no telegram
COMPARTILHE COM [email protected] NO TELEGRAM
Compartilhar no whatsapp
COMPARTILHE COM [email protected] NO WHATSAPP

Separamos esses posts para você

como criar um curso online

Como criar um curso online

Como criar um curso online? Um dos termos mais pesquisados no Google em 2021. A pandemia acelerou e consolidou o mundo digital

Crie sua comunidade e comece a monetizar seu conteúdo!

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER E RECEBA CONTEÚDOS EXLUSIVOS!

Quer receber conteúdos pensados para criadores de conteúdo como você? É só preencher o formulário e se inscrever em nossa Newsletter. 

Ao clicar em “Fazer inscrição”, você concorda com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.

Quer uma ajudinha do nosso time para começar a vender seus conteúdos através de grupos pagos?

Antes de ir embora, que tal receber conteúdos fresquinhos?

Cadastre-se em nossa newsletter e receba novidades, dicas e materiais exclusivos da Lastlink diretamente em seu e-mail. 😎

Ao clicar em “Receber novidades” você concorda com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.

Cadastre-se em nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos!

Utilizamos cookies para melhorar e personalizar sua experiência em nosso site e em serviços de terceiros. Ao continuar navegando, você concorda com nossos Termos de Uso e Política de privacidade.