Pagamento recorrente – Mercado Pago x Lastlink: qual a melhor opção?

Escrito por Lastlink

Escrito por Lastlink

pagamento recorrente mercado pago x lastlink
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email

Mesmo antes da eclosão da pandemia da covid-19, a demanda por serviços digitais registrava crescimento e grande adesão. A necessidade do distanciamento físico fez com que o processo fosse acelerado.

Assim, empresas de diferentes portes, empreendedores, consumidores e criadores de conteúdo correram para se adaptar ou aperfeiçoar seus meios de compra e venda.

O pagamento recorrente ganhou força em empresas como Mercado Pago e a Lastlink tem como especialidade gerenciar esse tipo de transação. Neste post, fizemos uma comparação entre o Pagamento Recorrente do Mercado Pago  e o Pagamento Recorrente na Lastlink, onde você pode conferir os benefícios da nossa plataforma para você, que tem um negócio de recorrência.

O que é Pagamento Recorrente?

Como o próprio nome já indica, o pagamento recorrente é uma espécie de assinatura usada em serviços contínuos ou frequentes.

Entre alguns exemplos, estão aquelas suas mensalidades adquiridas assim que você contrata planos de streaming de TV a cabo, plataformas digitais de música e podcasts (Spotify, Deezer, Tidal, YouTube Music etc.), de livros – a exemplo do Kindle Unlimited, da Amazon.

De acordo com pesquisa da Statista divulgada pelo Mercado Pago, o Brasil já conta com 50% de consumidores que pagaram por conteúdos digitais em vídeo, realizados por meio de assinaturas.

Outra parte, representada por 35% da população, decidiu pagar por serviços musicais de streaming.

Os modos de cobrança são realizados de forma diferente aos de pagamentos parcelados. Como são feitos de maneira automática e mensal, o limite do cartão de crédito não é comprometido – fator que beneficia principalmente o consumidor.

Para os empresários, lojistas e prestadores de serviço, a vantagem se reflete na garantia de que as cobranças serão realizadas mensalmente, sem que haja necessidade de se preocupar com os recebimentos e o estabelecimento de novas transações.

Assim, é possível gerenciar um negócio de maneira online, pois plataformas de pagamento como a Lastlink são capazes de suportar o uso de inúmeros cartões de crédito, tornando tudo mais prático para o criador de conteúdo.

Como funciona a cobrança recorrente?

No caso do cliente, quando ele faz a primeira compra, as que virão em seguida são cobradas de maneira automática, seguindo os termos periodicidade e valor estabelecidos previamente. Os pagamentos na Lastlink podem ser mensais, trimestrais, semestrais ou anuais. 

O processo vai se repetindo até que haja uma solicitação de cancelamento da assinatura do serviço ou produto. Ou ainda, quando o período do contrato chega ao fim.

As cobranças recorrentes são feitas, geralmente, por meio de cartões de crédito, débito automático e boleto bancário.

Num passado não tão distante, essa modalidade comercial era mais utilizada em assinaturas de jornais, revistas, TV a cabo.

Agora, ela é utilizada por muitas empresas e empreendedores dos mais diversos ramos: tecnologia, games, livros, plataformas de streaming de vídeos (Netflix, Amazon Prime, HBO Max), produtos de beleza e alimentação, entre muitos outros exemplos.

Como funciona o pagamento recorrente do Mercado Pago?

Para os consumidores, o Mercado Pago disponibiliza a opção de pagar por serviços e produtos sem que seja preciso realizar diversas transações mensais. Para quem vende, as vantagens incluem a não necessidade de entrar em contato com os compradores todo mês e ficar protegido de passar por problemas que envolvam pagamento ou aprovação.

A ferramenta de pagamentos recorrentes do Mercado Pago oferece um painel de controle (dashboard) que facilita o gerenciamento de suas assinaturas e fluxo de caixa.

Ao adquirir uma máquina do Mercado Pago, o serviço cria gratuitamente uma conta digital. É por meio dela que você vai receber o dinheiro das suas movimentações comerciais. Os valores podem ser transferidos para alguma conta bancária determinada por você.

Um dos principais pontos do Mercado Pago é que, para o criador de conteúdo, o processo de obtenção de assinaturas se torna mais complexo, pois é necessário executar um passo a passo mais complexo, uma vez que o Mercado Pago é uma plataforma de recebimentos de pagamentos mais generalista, focada principalmente em empresas mais convencionais.

E como a Lastlink administra as cobranças e pagamentos recorrentes?

A Lastlink oferece, para criadores e prestadores de serviço, uma ferramenta que facilita bastante o gerenciamento de pagamentos e recebimentos.

Se você trabalha, por exemplo, como personal trainer, não vai precisar gerenciar suas cobranças manualmente. Você pode cadastrar todos os seus clientes usando a plataforma da Lastlink e receber de maneira automática.

Por meio do site da Lastlink, o criador de conteúdo pode criar uma página onde se conecta a suas redes sociais (a exemplo do Instagram, Telegram e WhatsApp) – automatizando, dessa forma, o movimento de entradas e saídas desses ambientes, centralizando pagamentos e tornando mais prático o contato com sua audiência.

Além disso, a Lastlink mantém um guia com diversas informações úteis. Você vai saber, por exemplo:

  • Como organizar e personalizar seu conteúdo;
  • Como entender seu público-alvo e precificar seus produtos e conteúdos;
  • Saber quem são as pessoas que estariam dispostas a comprar o meu conteúdo;
  • Quanto elas pagariam para ter acesso a ele.

Lastlink te dá dicas de como entender melhor o potencial do seu conteúdo ou serviço

Já que falamos sobre público-alvo e precificação, vamos te adiantar algumas dicas de como potencializar o valor dos seus conteúdos e produtos.

Estude os concorrentes

Procure observar como concorrentes do seu segmento se comportam no mercado. Entretanto, tenha em mente que o seu conteúdo ou serviço apresenta características próprias. A análise mercadológica é mais um elemento que incorpora o processo de precificação.

Toda compra é emocional

Nesse caso, é muito importante que você consiga fazer com que o cliente “se apaixone” pelo que você oferece, logo na primeira vez em que ele toma contato com seu serviço ou produto. Você deve permitir que ele se projete e vislumbre todas as propostas positivas e de melhoria oferecidas para a sua vida.

Não cobre preços muito baixos

Estudos mostram que nós, em geral, cobiçamos pelo que é mais caro pois interpretamos que isso é sinal de qualidade. Sendo assim, não se acanhe em cobrar um preço justo pelo seu serviço ou conteúdo. Reconheça que seu trabalho é diferenciado e que pode facilitar a vida do cliente.

De início, porém, você pode avaliar que seja vantajoso fixar preços mais baixos (mas não muito!) e, assim, poder classificar melhor sua base de clientes. 

Com isso, será possível valorizar o seu conteúdo ou serviço mais à frente. Por outro lado, o inverso dessa situação (iniciar cobrando mais caro) pode causar desconfortos em quem já havia assinado pelo que você oferece.

Compartilhar no telegram
COMPARTILHE COM [email protected] NO TELEGRAM
Compartilhar no whatsapp
COMPARTILHE COM [email protected] NO WHATSAPP

Separamos esses posts para você

Crie sua comunidade e comece a monetizar seu conteúdo!